economia

Contrato civil amarra Neymar ao Barcelona. Multa é de R$ 280 milhões

26/03/2013 14:44

Contrato civil amarra Neymar ao Barcelona. Multa é de R$ 280 milhões

Craque assinou documento em 2011 e se comprometeu a trocar de time após a Copa de 2014


SÃO PAULO - O jornal Sport, de Barcelona, publica em sua edição desta segunda-feira um extenso material com uma informação obtida em trabalho conjunto com o Estado que não deixa dúvida sobre o destino de Neymar: ele vai mesmo jogar no Barça. O craque tem um contrato civil com o clube espanhol em que se compromete a juntar-se às suas fileiras depois da Copa do Mundo de 2014. Se um dos lados roer a corda, terá de indenizar o outro com 80 milhões de euros - R$ 208 milhões de reais, valor que deixa claro que o jogador e o clube estão decididos a cumprir o acordo.


 


O contrato foi assinado em novembro de 2011, antes portanto de os times se enfrentarem na final do Mundial em Yokohama. Os termos foram elaborados pelo departamento jurídico do Barcelona e os advogados de Neymar de modo a não ferir as normas da Fifa, por isso é um acordo civil e não esportivo.


 


A peça é considerada inovadora e tecnicamente perfeita. É como uma carta de intenções, em que clube e jogador estabelecem que se unirão na esfera esportiva a partir do momento em que expirar o vínculo de Neymar com o Santos. E essa união poderá se dar mais cedo, porque o regulamento da Fifa permite que o jogador assine pré-contrato com outro clube seis meses antes de ficar livre. No caso de Neymar, isso será em janeiro do ano que vem.


 


Esse documento explica por que o Barcelona está tão seguro de contar com ele apesar do assédio de clubes endinheirados como Manchester City e Bayern de Munique. Também deixa claro por que o Real Madrid jogou a toalha, já que para contratar Neymar teria não só de acertar o preço da operação com o Santos como também depositar os 80 milhões na conta de seu maior rival, algo que os sócios do clube e os torcedores jamais tolerariam. E, por fim, justifica o fato de o craque e seu pai não terem interesse em aprofundar uma negociação com o Santos para a prorrogação do contrato - a diretoria fez há alguns dias uma oferta para Neymar ficar até 2016, e seu pai disse que só vai pensar no assunto no ano que vem.


 


No dia 29 de dezembro do ano passado, em entrevista ao diário Sport, Neymar da Silva Santos deu pistas sobre o destino do filho. "O Barcelona é o time ideal para ele, mas é preciso esperar para saber se vão querer o Neymar em 2014", foi uma de suas declarações importantes. Outra foi esta: "O desejo do Neymar é jogar na Europa em 2014, e por isso reduzimos em um ano a duração do seu contrato."


 


NEGOCIAÇÃO
O craque e o Barça tinham se acertado no início de setembro de 2011, como revelado peloEstado na época. O diretor de futebol do clube espanhol, Raúl Sanllehí, esteve no Brasil e na noite de 2 de setembro daquele ano e o acordo com o Santos ficou apalavrado - a documentação da transferência, que se efetivaria em julho de 2013, seria assinada na segunda-feira, dia 5. Mas no fim de semana seguinte o Real Madrid tomou ciência do negócio e entrou na parada, melhorando a oferta do rival e tomando a dianteira.


 


Dia 16 do mesmo mês o chefe do departamento médico do Real, Carlos Diez, esteve em São Paulo e levou Neymar para uma extensa bateria de exames na unidade Morumbi do Hospital São Luiz. A assinatura do contrato parecia apenas uma questão de dias, mas não foi o que aconteceu. E no dia 9 de novembro o Santos anunciou que ele ficaria até a Copa de 2014.


 


O Estado revelou na edição de 7 de março deste ano que Neymar só ficou na Vila Belmiro porque tinha chegado a um acordo com o Barcelona para se juntar a Messi e companhia depois do Mundial no Brasil. Foi o jeito encontrado para tirar o Real Madrid e o Santos da negociação e se tornar senhor de seu destino. Agora vem à luz que desde aquela época existe um contrato ligando o craque e o clube espanhol. E, se ele for embora mesmo só ao final do seu contrato, o Santos não receberá nada. 


 

 


 

Fonte: Estadão
Link:
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,contrato-ci... Copiar Link

 

Comentários